FRETE GRÁTIS ACIMA DE R$110
15/09/2023

Estudo em mulheres do Quênia, revela que usar o coletor menstrual melhora a saúde íntima!

Recentemente, os coletores menstruais têm conquistado a preferência de mulheres em todo o mundo. Esse dispositivo, feito de silicone hipoalergênico, antibacteriano e ajustável ao corpo, coleta o sangue menstrual, oferecendo uma alternativa sustentável aos absorventes comuns e, ao mesmo tempo, trazendo benefícios significativos para a saúde feminina.

Em regiões de baixa renda, a falta de acesso a produtos de higiene menstrual adequados leva muitas mulheres a recorrerem a alternativas inadequadas, que, devido à falta de higiene, podem resultar em infecções. No entanto, um novo estudo realizado no Quênia revela como o coletor menstrual pode fazer a diferença.

O Estudo e seus Resultados Promissores

A pesquisa, conduzida por pesquisadores da Universidade de Illinois em Chicago (UIC), nos Estados Unidos, concentrou-se em adolescentes quenianas que utilizavam coletores menstruais. Os resultados são impressionantes: essas jovens apresentaram um risco 26% menor de desenvolver vaginose bacteriana e uma probabilidade 37% maior de manter um microbioma vaginal saudável.

A Dra. Supriya Mehta, professora adjunta de epidemiologia e bioestatística na Escola de Saúde Pública da UIC, comentou sobre os resultados, afirmando que "os copos menstruais podem ser um divisor de águas para ajudar a manter as meninas saudáveis". Este estudo, financiado pelos Institutos Nacionais de Saúde, foi publicado na revista PLOS Medicine em agosto em 25 de 2023.

Menos Infecções e uma Vagina Mais Saudável

O estudo começou após uma conversa em 2016 entre a Dra. Mehta e a Professora Penelope Phillips-Howard, da Escola de Medicina Tropical de Liverpool, no Reino Unido. Na época, Phillips-Howard já havia conduzido um estudo preliminar sobre a eficácia dos coletores menstruais em manter as meninas quenianas na escola. Observando os primeiros resultados, surgiu a hipótese de que esses dispositivos poderiam reduzir infecções, o que impulsionou a pesquisa atual.

A pesquisa envolveu 436 estudantes do ensino médio no Quênia, metade das quais adotou o uso de coletores menstruais. Durante um período de tempo, as participantes foram submetidas a exames regulares para vaginose bacteriana, uma infecção comum, e a testes relacionados a Infecções Sexualmente Transmissíveis (ISTs). Além disso, os pesquisadores avaliaram o microbioma vaginal das participantes para verificar a presença de bactérias benéficas e prejudiciais.


 

Uma Mudança no Ciclo da Solidariedade

Diante desses resultados promissores, é fundamental lembrar que muitas pessoas não têm acesso aos recursos necessários, como coletores menstruais. Você pode fazer a diferença na vida dessas pessoas através de doações. Portanto, considere contribuir e mudar o ciclo da solidariedade. Faça sua doação neste link.

O coletor menstrual não é apenas uma escolha sustentável, mas também pode promover uma saúde vaginal melhorada. Com resultados tão positivos, espera-se que futuras pesquisas replicarão esses benefícios em diferentes contextos e em favor de grupos vulneráveis. Juntos, podemos fazer a diferença e mudar o ciclo para melhor. Por isso, faça sua doação e melhores ciclos pelo mundo.