FRETE GRÁTIS ACIMA DE R$110
19/05/2023

O Coletor Menstrual e a Ausência de Candidíase

A candidíase é uma infecção fúngica comum que afeta muitas mulheres em algum momento de suas vidas. Entre as várias causas possíveis para essa condição, o uso de absorventes internos tradicionais (como os tampões) têm sido frequentemente associado ao aumento do risco de desenvolvimento de candidíase. No entanto, o coletor menstrual Lilicup My vem ganhando popularidade que desperta questões entre quem menstrua. Neste artigo, exploraremos a relação entre o coletor menstrual e a candidíase, desmistificando crenças infundadas e fornecendo informações precisas sobre o assunto.

O que é um coletor menstrual?

O coletor menstrual, também conhecido como copo menstrual, é um dispositivo reutilizável feito de silicone médico flexível, que é inserido na vagina para coletar o fluxo menstrual. Diferentemente dos absorventes internos tradicionais, que absorvem o sangue, o coletor menstrual coleta o fluido menstrual diretamente, sem interferir na umidade natural da vagina e sem causar desconfortos e odores.

Candidíase e absorventes internos tradicionais:

A candidíase é causada pelo crescimento excessivo do fungo Candida albicans, que é naturalmente presente na flora vaginal, mas pode se multiplicar em determinadas condições. Os absorventes internos tradicionais, como os tampões, podem criar um ambiente propício para o desenvolvimento da candidíase, uma vez que absorvem a umidade natural da vagina, alterando o equilíbrio do pH vaginal e proporcionando um ambiente úmido e quente para o crescimento do fungo.

Coletor menstrual e candidíase: o que dizem os estudos?

Atualmente, não existem estudos científicos que demonstrem uma relação direta entre o uso do coletor menstrual e o aumento do risco de candidíase. Ao contrário dos absorventes internos tradicionais, o coletor menstrual não interfere na umidade natural da vagina nem no pH vaginal, uma vez que apenas coleta o fluido menstrual sem absorvê-lo. Isso sugere que o uso do coletor menstrual não aumenta o risco de candidíase.

Benefícios do coletor menstrual:

Além de não estar associado à candidíase, o coletor menstrual Lilicup My oferece vários benefícios em comparação com os absorventes internos tradicionais. Alguns desses benefícios incluem:

Redução de resíduos: O coletor menstrual é reutilizável e, portanto, gera menos resíduos do que os absorventes descartáveis.

Economia financeira: O uso do coletor menstrual pode ser uma opção econômica a longo prazo, pois é reutilizável e não requer compras frequentes.

Conveniência: O coletor menstrual tem uma capacidade de coleta maior do que a maioria dos absorventes internos tradicionais, permitindo um tempo de uso mais longo antes do esvaziamento.

Menor risco de síndrome do choque tóxico: O coletor menstrual não está associado ao risco de síndrome do choque tóxico, uma condição potencialmente grave associada aos absorventes internos tradicionais.

Considerações finais:

Embora a candidíase seja uma infecção vaginal comum, não há evidências científicas que demonstrem que o uso do coletor menstrual aumenta o risco de desenvolvimento dessa condição. O coletor menstrual oferece uma alternativa segura e eficaz aos absorventes internos tradicionais, com uma série de benefícios adicionais. É importante que cada pessoa avalie suas necessidades individuais e faça uma escolha informada sobre os produtos menstruais com base em informações precisas e atualizadas. Sempre que necessário, é recomendável consultar um profissional de saúde para obter orientações adicionais.

Bons ciclos!